Disfunção erétil não ameace a vida humana

By | 19/02/2019

A saúde sexual é um componente importante da saúde emocional e física geral de qualquer pessoa. Embora a disfunção erétil não ameace a vida humana, ela não pode, de maneira alguma, ser considerada como algum tipo de problema trivial. Evidentemente, esse é um distúrbio comum, geralmente baseado em uma causa física.

Existem exatamente dois tipos de impotência:

Impotência primária – problemas de poder com risco de vida
Impotência secundária – os sintomas da impotência apareceram depois

impotência primária refere-se ao fato de que as dificuldades de ereção tem sido em todo o tempo de vida, isto é, o homem é impotente, enquanto a impotência secundária significa que a ereção funcional e forte é bem sucedida no passado e aliviar os sintomas da impotência são publicados em uma data posterior. Em ambos os casos, no entanto, a raiz do problema é que o homem não está de pé adequadamente ou não está de forma alguma.

A disfunção erétil é um tópico que é muito pequeno, porque para muitos homens parece ser um grande tabu. Quer saber se libidol funciona? A capacidade de conseguir uma ereção é considerada muito masculina e sofrer de disfunção erétil pode até ser vista como perda de masculinidade. Este não é o caso, no entanto, como a disfunção erétil é um desconforto comum. Embora não seja a disfunção erétil real, o desespero sexual feminino é por vezes referido como impotência feminina.

Em ambos os casos, no entanto, a raiz do problema é que o homem não está de pé adequadamente ou não está de forma alguma. A disfunção erétil é um tópico que é muito pequeno, porque para muitos homens parece ser um grande tabu. A capacidade de conseguir uma ereção é considerada muito masculina e sofrer de disfunção erétil pode até ser vista como perda de masculinidade. Este não é o caso, no entanto, como a disfunção erétil é um desconforto comum. Embora não seja a disfunção erétil real, o desespero sexual feminino é por vezes referido como impotência feminina.

A disfunção erétil é um tópico que é muito pequeno, porque para muitos homens parece ser um grande tabu. A capacidade de conseguir uma ereção é considerada muito masculina e sofrer de disfunção erétil pode até ser vista como perda de masculinidade. Este não é o caso, no entanto, como a disfunção erétil é um desconforto comum. Embora não seja a disfunção erétil real, o desespero sexual feminino é por vezes referido como impotência feminina.

Sintomas gerais de disfunção erétil
Interesse sexual reduzido;
dificuldade em conseguir uma ereção;
dificuldade em manter uma ereção;
Disfunção erétil em um jovem.


A disfunção erétil é mais comum em homens mais velhos, mas não é apenas a dor de homens idosos. Mesmo com idades entre 20 e 29 anos, estima-se que cerca de 6,5%, ou cerca de um em cada quinze homens jovens, sofram de algum grau de disfunção erétil . Assim, você pode dizer, sem se preocupar, que a disfunção erétil é um distúrbio tão comum que, se você não sofrer, certamente conhecerá alguém que sofre. Homens jovens podem freqüentemente ter mais tensão por trás da disfunção erétil do que problemas físicos reais.